Tecnologia

Estúdio de jogos com funcionários na Ucrânia demite diretor por apoiar Rússia – Jogos – Blog Cursos de Qualidade

Curso Código Milinário

[ad_1]

Sergey Burkatovskiy, diretor criativo do jogo World of Tanks, foi demitido do estúdio Wargaming após publicar mensagem pró-Rússia em seu Facebook. Acontece que o Wargaming tem sede em Bielorrússia e conta com centenas de funcionários em Kiev, capital da Ucrânia, que é uma das cidades sofrendo ataques no conflito atual.

Estúdio de World of Tanks ajuda funcionários na Ucrânia (Imagem: Divulgação/Wargaming)

Burkatovskiy publicou no Facebook que apoiava a operação das Forças Armadas da Rússia e de seus aliados. O país, sob liderança de Vladimir Putin, ataca a Ucrânia já há alguns dias, com armamento pesado e invasão de tropas no país vizinho. No dia seguinte, após deletar o post, o executivo informou que havia deixado a Wargaming.

O estúdio emitiu uma nota ao site PC Gamer, onde confirmou a demissão do diretor: “Sergey Burkatovskiy expressou uma opinião pessoal nas mídias sociais que categoricamente não reflete a posição da empresa. Ele foi demitido e não está mais na empresa”, diz a nota.

Wargaming nem tão “War” assim

Apesar do nome, o Wargaming é um dos estúdios que tem feito movimentações em prol da Ucrânia e de seus cidadãos. O estúdio doou cerca de US$ 1 milhão à Cruz Vermelha Ucraniana, direcionados a hospitais e médicos, após os ataques russos.

Além disso, o estúdio também realizou mudanças em suas propagandas no mundo todo, removendo imagens que façam direta referência a guerra em andamento, excluindo também conteúdo relacionado com a Ucrânia.

De acordo com o estúdio, mais de 500 funcionários estão na Ucrânia e, no momento, recebem auxílio das mais diversas formas, como lares temporários, ajuda de custo para deslocamento e viagens, pagamentos adiantados e facilitação para viagens a países vizinhos, onde podem se refugiar com segurança.

Com informações: Eurogamer.

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo