Tecnologia

Galaxy S22 sofre banimento em meio a polêmica de apps lentos; CEO se desculpa – Celular – Blog Cursos de Qualidade

Curso Código Milinário

[ad_1]

O Galaxy S22 e diversos outros celulares e tablets da Samsung lançados nos últimos quatro anos foram banidos do Geekbench para sempre. Todos os dispositivos removidos do site de benchmarks contam com o polêmico Game Optimizing Service (GOS) — serviço da própria fabricante sul-coreana que estaria deixando 10 mil apps de Android mais lentos.

Samsung Galaxy S22+ (Imagem: Darlan Helder/Blog Cursos de Qualidade)

De acordo com a política interna do Geekbench, caso um celular seja removido do site, o dispositivo não pode ser incluído novamente na base de dados. Isso significa que, mesmo se a Samsung consertar os problemas causados pelo Game Optimizing Service no futuro, os aparelhos banidos não vão voltar a aparecer no portal.

Além de banir todos os modelos da linha Galaxy S22, o Geekbench deletou as informações dos aparelhos Galaxy S21, S20 e S10, incluindo os populares Galaxy S20 FE e S21 FE. O site ainda acusou a Samsung de manipular resultados de benchmarks.

Sobre o banimento dos celulares Galaxy do site, o Geekbench comentou ao Android Police:

“No início desta semana, fomos informados sobre o Game Optimizing Service (GOS) da Samsung e como ele limita o desempenho de jogos e aplicativos. O GOS decide engasgar (ou não engasgar) aplicativos usando os identificadores dos apps em vez do comportamento dos softwares. Vemos isso como uma forma de manipulação de benchmark, pois os principais aplicativos de benchmark, incluindo o Geekbench, não são limitados por este serviço”.

Geekbench.

GOS é o suposto culpado pelos engasgos

A polêmica do GOS começou no início de março. Na época, usuários notaram engasgos em diversos aplicativos de Android, até mesmo no mais recente e poderoso Galaxy S22. Após análises, foi descoberto que o serviço de otimização de jogos da Samsung estaria deixando 10 mil apps de Android mais lentos em celulares Galaxy.

Essa ferramenta vem pré-instalada de fábrica nos aparelhos e promete melhorar o desempenho enquanto controla a temperatura do celular ao rodar jogos. Porém, em vez de entregar o que deveria, o recurso supostamente limita a performance de milhares de outros softwares, incluindo apps de uso diário, como Instagram, Netflix, TikTok e até plataformas do Google.

A Samsung chegou a se pronunciar sobre o problema, dizendo que o Game Optimizing Service afetava somente jogos. Os testes realizados por usuários e sites especializados, no entanto, diziam o contrário: apenas 3.200 apps dos mais de 10 mil softwares do banco de dados do GOS eram jogos.

Como resposta às reclamações, a fabricante sul-coreana começou a instalar atualizações remotas para ajustar o GOS, mas apenas nos aparelhos da linha Galaxy S22. Todos os outros celulares Galaxy continuam engasgando, e a suposta culpada é a ferramenta, a qual não é simples de ser desativada manualmente.

Tablets Galaxy Tab S8 também foram banidos

Além de afetar os celulares Galaxy, o GOS ainda estaria limitando o desempenho de alguns tablets da linha Galaxy Tab S8. Por esse motivo, o Geekbench decidiu banir do site dois aparelhos da linha — o Galaxy Tab S8+ e o Galaxy Tab S8 Ultra.

A decisão foi tomada após o Android Police realizar testes de benchmark em ambos os tablets. Para fazer as análises, o site usou o aplicativo tradicional do Geekbench, assim como uma versão modificada do app, já que o aplicativo original não é afetado pelo GOS.

Na versão modificada, o software é reconhecido pelos tablets como se fosse o jogo Genshin Impact rodando. Com isso, foi comprovado que, ao executar a versão alterada do Geekbench, os Galaxy Tab S8+ e S8 Ultra registravam números bem menores, em relação aos resultados obtidos no aplicativo original.

Os números exatos dos testes de benchmark foram:

CEO da Samsung pede desculpas pelo GOS

Na última quarta-feira (16), durante uma reunião com acionistas, o CEO da Samsung, JH Han, pediu desculpas aos clientes e investidores da empresa pelos problemas de desempenho causados pelo Game Optimizing Service em celulares e tablets da linha Galaxy.

Han ainda disse que a Samsung “falhou em apreciar as preocupações dos clientes”. Para o futuro, o CEO garantiu que “a empresa vai ouvir os usuários mais de perto para evitar que esse problema aconteça novamente”.

Com informações: GSM Arena, XDA Developers, XDA Developers, Android Police, ArsTechnica, Thelec.

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo