Tecnologia

Jogo no Steam é inundado de reviews negativas por criticar uso de máscaras – Jogos – Blog Cursos de Qualidade

Curso Código Milinário

[ad_1]

O Steam permite às distribuidoras publicarem anúncios nas páginas de seus jogos livremente. Na semana passada, os desenvolvedores do game Domina resolveram usar o espaço para se manifestar contra o uso de máscaras em meio à pandemia da COVID-19 e fazer comentários machistas. Como resultado, o título está sendo bombardeado com críticas negativas pelos usuários.

Desenvolvedores do jogo Domina são chamados de “incels” após fazerem comentários machistas no Steam (Imagem: Divulgação/Paramount)

Desenvolvido e distribuído pela Dolphin Barn Incorporated, Domina é um simulador em que os jogadores devem gerenciar gladiadores na era do Império Romano. Antes de março, o game tinha muitas avaliações positivas no Steam. Entretanto, isso mudou recentemente, após a publicação das notas de atualização do dia 8 de março.

Além de comentar sobre bugs corrigidos e novidades do jogo nas notas de atualização, a Dolphin Barn Incorporated se manifestou contra o uso de máscaras. Para ser mais específico, a empresa escreveu o seguinte nas patch notes da versão 1.3.18:

“TIREM AS MÁSCARAS – Na próxima vez que vocês forem ao supermercado, tentem mostrar a uma mulher seus rostos. Sejam confiantes, sem medo das MENTIRAS — vocês podem arrumar uma namorada. Mulheres gostam de confiança. Mulheres não gostam de caras que cobrem seus rostos com medo. Do que vocês têm medo? Transar? Cresçam”.

Dolphin Barn Incorporated, via Steam.

Além de machista, a mensagem é bastante estranha e pode ser interpretada de várias formas. Ao falar sobre “mentiras”, a desenvolvedora estaria alegando que a pandemia da COVID-19 foi uma invenção? Que máscaras não funcionam? Ou que se proteger de um vírus pode impedir homens de transarem por algum motivo? Não dá para saber ao certo.

Pelo tom do texto, parece até que algum desenvolvedor específico de Domina resolveu vomitar suas frustrações pessoais em um lugar bastante inapropriado. Não faz sentido usar as notas de atualização do seu jogo para mandar as pessoas “crescerem”. Na verdade, não faz sentido fazer isso em lugar nenhum.

Após a publicação da mensagem, Domina começou a ser inundado de críticas negativas pelos usuários. Algumas análises são simples e diretas ao ponto, como “desenvolvedora incel”, “o criador é uma criança sem amor dos pais” e até mesmo “lixo”.

Já outras avaliações têm mais conteúdo, como a crítica publicada pelo usuário Ffinha:

SIMPLESMENTE NÃO COMPREM ESSE GAME!!!

Que se faça saber que os devs por detrás dele são da pior laia de seres humanos possíveis, responsáveis por um desprezível espalhamento de ódio, desinformação e chorume, tanto na internet em seus perfis oficiais, quanto até mesmo em Patch Notes de seu game. É sério, os caras realmente resolveram apelar para a máxima de que não existe marketing negativo e se revelaram como sendo tudo de podre que essa indústria tem.

SE VOCÊ POR ACASO O TEM EM SUA BIBLIOTECA E PUDER, DÊ REFUND!

Ffinha, via Steam.

Desenvolvedores se fazem de vítimas nas redes sociais

No perfil oficial de Domina no Twitter, os desenvolvedores responderam às críticas dos jogadores. Em um tweet, eles disseram que a mensagem no Steam apenas “sugeria ser corajoso”.

Logo depois, a equipe menciona termos como “cultura do cancelamento” e “woke mob” — termo em inglês usado para se referir a pessoas que não ficam caladas ao lerem comentários nocivos.

Vale mencionar que essa não é a primeira vez que a página de Domina no Steam é usada de forma errada para publicar mensagens machistas e comentários sem sentido.

Em notas de atualização anteriores, os desenvolvedores já sugeriram que pornografia enfraquece os homens e que novos conteúdos estavam demorando a chegar porque um dos membros da equipe morava em uma “utopia socialista”.

Com informações: Kotaku, Mashable.



[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo