Mito ou verdade. Descubra se ficar sem comer pode engordar

Publicidade

[ad_1]

Ficar sem comer pode parecer uma boa maneira de emagrecer, porém algumas pessoas sentem maior dificuldade em controlar a fome depois de ficar um período em jejum, ou ainda podem sofrer com compulsão alimentar e acabar comendo mais na refeição seguinte.

Além disso, também é comum que, após ficar algumas horas sem comer, exista maior vontade de ingerir alimentos ricos em gorduras, como sorvetes, salgadinhos e frituras; doces, como chocolates, sucos e refrigerantes; ou alimentos industrializados, o que também acaba prejudicando a perda de peso.

Para quem pretende tentar ficar um tempo sem comer para emagrecer, uma boa opção é o jejum intermitente. Nessa modalidade, apesar de a pessoa ficar algumas horas sem comer, se faz uma dieta equilibrada intercalada com períodos de jejum para acelerar o metabolismo e estimular o gasto calórico, promovendo, assim, a perda de peso.

Como fazer jejum intermitente para emagrecer

Neste tipo de dieta, se fica um período mínimo de 12 horas sem comer. Estas pausas prolongadas entre as refeições aceleraram o metabolismo e obrigam o corpo a usar as células de gordura como fonte de energia, o que promove a perda de peso.

Publicidade

Além disso, durante a dieta do jejum intermitente deve-se priorizar a ingestão de alimentos naturais após os períodos sem comer, como vegetais, frutas, leguminosas, proteínas magras e cereais integrais, porque isso favorece o equilíbrio dos hormônios da fome e saciedade, promovendo o emagrecimento.

É importante que, ao optar por ficar sem comer para emagrecer, seja o jejum intermitente ou qualquer outro tipo de dieta, se faça sempre uma consulta com um nutricionista. Desta forma será possível planejar o regime de forma personalizada, avaliando o estado de saúde atual, o comportamento alimentar, a tolerância e as preferências individuais.

Como perder peso sem precisar ficar sem comer

Embora ficar sem comer possa ser uma opção para emagrecer rápido, isso não precisa ser uma realidade, já que é possível continuar se alimentando regularmente e perder peso. Para isso, algumas dicas são:

  • Beber em média 2 litros de água por dia: o hábito ajuda a controlar a fome, promovendo o emagrecimento. Isso acontece porque o organismo, muitas vezes, acaba confundindo a sensação de sede por fome;
  • Comer a cada 3 ou 4 horas: a alimentação periódica ajuda a controlar o apetite ao longo do dia, evitando que se coma grandes porções de comida na próxima refeição;
  • Priorizar alimentos naturais: cereais integrais, frutas e vegetais frescos, proteínas magras e leguminosas ajudam a prolongar a saciedade e a equilibrar os níveis dos hormônios responsáveis pela queima de gordura e saciedade;
  • Comer com atenção e calma: mastigar bem os alimentos ajuda o estômago a informar para o cérebro quando se está saciado, evitando exageros durante as refeições;
  • Praticar atividade física: a prática regular exercício pelo menos 3 vezes na semana ajuda a aumentar o gasto calórico e equilibrar hormônios responsáveis pela saciedade e bem estar, favorecendo o emagrecimento.

Além disso, ter boas noites de sono também é fundamental para emagrecer, pois é o momento do dia em que acontece a produção e o equilíbrio dos hormônios responsáveis pelo controle da fome e da queima de calorias.

Com informações do portal Tua Saúde

Publicidade

[ad_2]

Source link

Publicidade