Mundo

O espião russo que se fingia de brasileiro para se infiltrar no Tribunal Penal Internacional

Curso Código Milinário

  • Gordon Corera
  • Correspondente de Segurança, BBC News

Crédito, .

Legenda da foto,

Homem se apresentava como Viktor Muller Ferreira e havia se candidatado a posto de estágio não remunerado na instituição, responsável por investigar, entre outras acusações, possíveis crimes de guerra cometidos na Guerra da Ucrânia

Um espião russo que fingia ser brasileiro tentou se infiltrar no Tribunal Penal Internacional (TPI), em Haia, segundo o Serviço de Inteligência holandês.

O homem se apresentava como Viktor Muller Ferreira e havia se candidatado a um posto de estágio não remunerado na instituição, responsável por investigar, entre outras acusações, possíveis crimes de guerra cometidos na Guerra da Ucrânia.

Ele foi deportado de volta ao Brasil e, segundo a PF (Polícia Federal), está sob custódia e será processado por uso de documentos falsos.

As autoridades holandesas dizem que seu nome verdadeiro é Sergey Vladimirovich Cherkasov e ele é um espião do GRU — a inteligência militar russa.

Fonte Notícia: www.bbc.com

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo