Mundo

Varíola dos macacos: 3 erros cometidos em epidemias do passado que podem ser evitados no surto atual

Curso Código Milinário

  • André Biernath
  • Da BBC News Brasil em Londres

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

Varíola dos macacos representa ao menos três riscos de promover estigmas e ameaças, apontam pesquisadores

Entre maio e junho, foram confirmados 2.103 casos de varíola dos macacos em 42 países diferentes.

A doença, antes restrita a algumas regiões da África, está se espalhando de forma inesperada por Europa, Américas, Oriente Médio e Oceania, de acordo com as últimas informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O surto, que ainda está em investigação pelas autoridades, chama a atenção por reunir três atributos que representam um risco de aprofundar estigmas e preconceitos — ou, vendo por outra ótica, uma “oportunidade” para corrigir e evitar erros que foram cometidos em outras crises sanitárias.

Além dos óbvios efeitos no sistema de saúde, epidemias e pandemias também causam transformações sociais — e a comunicação sobre elas pode levar a noções distorcidas que duram décadas. Isso prejudica até o controle de casos, hospitalizações e mortes relacionadas àquela condição.

Fonte Notícia: www.bbc.com

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo