Educação

Auxílio Gasolina de até R$ 300,00 é aprovado; Saiba quem tem direito

Curso Código Milinário

[ad_1]

A guerra entre Ucrânia e Rússia possui impactos mundiais que reverberam no Brasil, principalmente no aumento do preço dos combustíveis. Nesta sexta, a Petrobras anunciou o aumento de 18,8% no preço da gasolina e de 24,9% no preço do diesel.

Esses aumentos impactam diretamente na economia e no bolso dos que trabalham com transporte, como taxistas, motoristas de aplicativos, caminhoneiros e outros. Assim, o projeto de lei que está tramitando na Câmara prevê o pagamento de um auxílio gasolina para esses trabalhadores.

Veja mais em: Quanto custaria a gasolina caso o ICMS fosse zerado?

O que tem influenciado nesses aumentos

O conflito entre Rússia e Ucrânia mostra os seus efeitos em escala mundial, principalmente aqui no Brasil. Uma das áreas mais afetadas são os preços dos combustíveis, que cotados em dólar, lidam com a lei de oferta e demanda.

A Petrobras até tentou segurar o valor por cerca de 57 dias, porém na última quinta ela anunciou que passaria o aumento para os consumidores. Desse modo, a gasolina aumenta cerca de 18,8% e o diesel 24,9%.

Os aumentos graduais interferem diretamente na economia, porque assim que é passado para o consumidor os preços precisam ser reajustados para arcar com todos os gastos. Com isso, o governo estuda possibilidades de reduzir os impactos causados no bolso do consumidor.

O auxílio gasolina

Nesta quinta, dia 10, o Senado aprovou o Projeto de Lei (PL) 1.472/2021. Esse projeto pretende alterar a fórmula de cálculo dos combustíveis e criar uma estabilização de preços.

A ideia central é retardar a alta dos preços para que os aumentos repassados sejam mais leves para o bolso do consumidor. Desse modo, quando houvesse a necessidade de elevar os preços, o consumidor não sentiria tanto.

Além disso, o projeto também prevê a criação do auxílio gasolina para pessoas que possuem renda de até três salários-mínimos. Assim, motoristas autônomos, taxistas e motociclistas de aplicativos poderão ser beneficiados com valores entre R$ 100 e R$ 300,00, desde que a pessoa comprove que trabalha com um veículo.

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo