Como foi o cerco a Leningrado e por que ele está sendo lembrado após a invasão da Ucrânia

Publicidade

[ad_1]

  • Lioman Lima – @liomanlima
  • BBC News Mundo

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

Cerco a Leningrado durou 900 dias

Sem eletricidade, água, aquecimento ou comida. Na maior parte do dia, incapazes de se comunicar com o mundo exterior, assustados com o barulho de mísseis e estilhaços.

Essa é a realidade de quem vive em Mariupol, no leste da Ucrânia.

“Sofremos bombardeios regularmente. Estamos sem nada”, diz à BBC Oksana.

Publicidade

Por quase duas semanas, a cidade, como tantas outras na Ucrânia, foi incessantemente sitiada por tropas russas.

[ad_2]

Fonte Notícia

Publicidade