Enem 2021: como memorizar fórmulas? Confira dicas de revisão – Notícias

Curso Código Milinário



As provas das disciplinas de matemática, química e física serão aplicadas no próximo domingo (28), no segundo dia de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), 2021 juntamente com biologia.


Nessa reta final, como memorizar as fórmulas de um jeito mais eficiente? Decorar fórmulas e realizar cálculos rápidos são um desafio para muitos estudantes no momento da prova. Pensando nisso, o R7 separou algumas dicas de professores para ajudar durante o Enem. Confira:



Memorização


Madson Molina é coordenador e professor de física do Curso Anglo e dá dicas para ajudar o estudante a memorizar uma fórmula. Segundo ele, é preciso ter em mente três princípios: 


• em que momento a fórmula pode ser utilizada;

• qual o significado de cada letra nas fórmulas; e

• entender o propósito da equação.


“O estudante que passa a entender essas três regrinhas vai conseguir ser mais assertivo durante a prova”, diz. O professor lembra que uma das características da prova do Enem nas áreas de exatas é não ter tantas questões que exigem memorização de fórmulas. “A prova requer habilidades como interpretação textual, leitura de texto verbal, interpretação de gráficos e tabelas”, destaca. Ainda segundo Molina, a prova pede equações de uso no dia a dia. “É você ter a física do livro como significado na vida”, exemplifica.


Para o professor de química Guilherme Bastos, do Poliedro Curso, o processo de memorização de fórmulas não é uma prioridade nos vestibulares. “As provas se modernizaram muito; então, esse não é mais o foco, o mais importante é a capacidade de correlação que o estudante é capaz de fazer entre a matéria e o cotidiano”, explica.



“Se alguma fórmula tiver de ser memorizada, o que, particularmente, não acredito, [o ideal] é começar pelos ácidos quando estivermos falando sobre reações orgânicas, já que é possível obter a dos sais e dos principais óxidos a partir dela”, diz Bastos.


João Pitoscio Filho, coordenador pedagógico do Curso Etapa, avalia que “o Enem trabalha bastante com conceitos básicos das disciplinas; assim, a revisão pura e simples de fórmulas de matemática, física ou química pode não ser tão efetiva, caso não esteja associada ao contexto de que elas fazem parte”, conta. 


Segundo Pitoscio, a dica é revisar os assuntos que apareceram com maior frequência nas últimas edições do Enem. “Geralmente, esse exame cobra os temas de maior relevância de cada disciplina”, complementa.




Fonte Notícia