Mundo

Gravidez na infância: os riscos à vida de uma gestação precoce

Curso Código Milinário

  • Paula Adamo Idoeta
  • Da BBC News Brasil em Londres

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

Chances de riscos à saúde ou morte de meninas grávidas é maior do que em mulheres

Em um corpo imaturo e ainda em desenvolvimento, uma gravidez aumenta as chances de morte para a gestante e também os riscos de complicações graves — desde perda do útero até necessidade de internação em UTI.

A gravidez na infância voltou aos holofotes nesta semana após o site The Intercept Brasil e o Portal Catarinas revelarem o caso de uma menina catarinense de 11 anos que engravidou em decorrência de um estupro e, apesar de ter direito a um aborto legal e ter manifestado esse desejo, ficou um mês em um abrigo por determinação da Justiça, para impedi-la de seguir adiante com o procedimento.

É um dos casos em que a gravidez se torna uma violência contra a mulher, diz à BBC News Brasil o obstetra Olímpio Moraes Filho, diretor do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), hospital ligado à Universidade de Pernambuco que é referência em saúde reprodutiva feminina.

Dois anos atrás, foi no Cisam que se desenrolou outro caso dramático do tipo: uma menina de 9 anos estuprada pelo tio teve a gravidez interrompida ali depois de ter tido esse direito negado em seu Estado natal, Espírito Santo.

Fonte Notícia: www.bbc.com

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo