Mundo

Presidente da UE apoia entrada da Ucrânia no bloco europeu

Curso Código Milinário

[ad_1]

No último domingo (27/2) a chefe da União Europeia, Ursula von der Leyen, se manifestou a favor da entrada da Ucrânia no bloco europeu. “A Ucrânia pertence à União e o bloco quer que o país se junte […] Eles são um de nós e nós os queremos”, disse a presidente.

“Temos processos em andamento com a Ucrânia, como integrar o mercado ucraniano no mercado único, por exemplo”, afirmou von der Leyen em entrevista à Euronews, após anunciar planos para fornecer cerca de 500 milhões de euros em armas e outros tipos de ajuda aos militares ucranianos que lutam contra a invasão russa.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, escreveu em seu perfil no Twitter que conversou com Ursula ao telefone a respeito de “decisões concretas sobre o fortalecimento das capacidades de defesa da Ucrânia, assistência financeira e a adesão da Ucrânia à UE”.

Veja:

A decisão de adicionar novos países à UE cabe aos países membros estabelecidos, que nem sempre concordam com as opiniões da comissão responsável, devido a conflitos bilaterais com possíveis candidatos.

0

 

Nesta segunda-feira (28/2), Volodymyr Zelenskyy assinou oficialmente o pedido de entrada da Ucrânia na União Europeia, tornando o país um candidato oficial para as negociações de inclusão na UE.

Sobre as negociações de paz entre russos e ucranianos, Von der Leyen disse que “é importante que o lado ucraniano concorde com as negociações de paz e que as condições sejam boas para o lado ucraniano. Em geral, é sempre melhor ter conversas de paz do que brigar. Mas a confiança no presidente Putin está completamente quebrada e corroída”.



[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo