Mundo

Xenotransplantes: como porcos podem ser o futuro dos transplantes de órgãos

Curso Código Milinário

[ad_1]

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

Após uma série de avanços médicos, esses animais resolverão a escassez global de órgãos?

É o maior avanço já realizado na área de transplantes médicos. Os primeiros órgãos retirados de porcos geneticamente modificados foram transplantados em seres humanos e a pessoa que recebeu o primeiro coração de porco conseguiu sobreviver por dois meses. Qual a distância que nos separa do uso de porcos para fornecimento ilimitado de órgãos e assim resolver sua escassez global?

O silêncio cai sobre a sala de cirurgia e a tensão se acumula ao ponto de parecer ter presença física na sala. Cirurgiões acabaram de conectar um rim de porco a um corpo humano. Os fixadores foram removidos e o sangue humano agora flui através do órgão suíno.

“Dava para ouvir um alfinete cair”, conta a cirurgiã Jayme Locke, especialista em transplantes.

O sucesso ou o fracasso será determinado em alguns instantes e agora uma única questão ocupa a mente de todos: “rosa ou preto?”

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo