Educação

3 produtos à base de cannabis tem liberação da Anvisa

Curso Código Milinário

[ad_1]

Antes de qualquer coisa, a Cannabis tem função medicinal conhecida por culturas antigas, embora em nossos tempos considere-se mais o uso recreativo. Entretanto, suas propriedades conseguem alcançar problemas como epilepsia, cefaleia e até mesmo dores nos ossos.

Leia Mais: Cientistas desvendam relação entre insônia e mal de Alzheimer.

Por existir um grande interesse da indústria farmacêutica em explorar mais desse conteúdo, foi liberado recentemente 3 produtos à base cannabis pela Anvisa, confira:

Produtos medicinais

Os três produtos liberados pela Anvisa são de cunho medicinais, embora não sejam medicamentos propriamente dito. No caso, a Canabidiol Belcher 150 mg/mL, a Canabidil Aura Pharma 50 mg/mL e a Canadibiol Greencare 23,75 mg/ML são fitofármacos. E todos eles respeitam o limite de 0,2% de tetrahidrocanabinol estabelecido pela Anvisa para circulação de produtos à base de Cannabis no Brasil.

Além disso, a fabricação desses produtos fica exclusiva à empresas com certificação de Boas Práticas de Fabricação, e que já tenham passado por auditoria. Porém, os produtos da Aura Pharma, Belcher e Greencare serão fabricados na Suíça e na Colômbia, respectivamente. Desse modo, a venda no Brasil recebe a autorização uma vez que os produtos oferecem os requisitos delimitados pela Anvisa.

14 produtos medicinais à base já são aprovados pela Anvisa

Com mais essas aprovações, o Brasil caminha em direção de uma aceitação dos medicamentos à base de Cannabis. No entanto, até agora só podem circular os fitofármacos, ao passo que os medicamentos iriam precisar de avaliações mais detalhadas de médicos. Por enquanto, afirma-se que pesquisas científicas ainda não foram capazes de desenvolver estudos eficazes no que diz respeito ao uso de cannabis medicinal.

No entanto, cada vez mais surgem pesquisadores e médicos que reafirmam o potencial medicinal da cannabis e argumentam que a aprovação não envolve uso recreativo. Todavia, o Brasil é um país de forte repressão ao debate sobre cannabis, sobretudo nos setores mais conservadores da sociedade e do Congresso Federal. Por exemplo, já existem estudos que atestam a qualidade medicinal da planta para diversas doenças, sendo a principal a epilepsia.

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo