Mundo

As diferenças e semelhanças entre as guerras do Iraque e da Ucrânia

Curso Código Milinário

[ad_1]

  • Mariana Sanches – @mariana_sanches
  • Da BBC News Brasil em Washington

Crédito, AFP

Legenda da foto,

Tropas americanas em Bagdá em 2005; conflito previsto para durar alguns meses se arrastou por anos

Uma potência nuclear invade um país menor, sem que a ação militar tenha o apoio do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), com intenção de destituir o governo local com base em alegações sobre este governo que são consideradas falsas por especialistas.

Essa poderia ser uma descrição da guerra na Ucrânia. Iniciada em 24 de fevereiro pela Rússia, condenada em diversas instâncias na ONU e justificada, entre outras alegações, pela necessidade (também considerada falsa) de “desnazificar” o governo do país vizinho, segundo o líder russo, Vladimir Putin.

Mas trata-se também de um outro conflito, iniciado há quase duas décadas. Em 20 de março de 2003, tropas dos Estados Unidos e de aliados invadiram o Iraque, sem apoio da ONU ou da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), para derrubar o regime de Saddam Hussein, a quem os americanos acusavam de desenvolver armas de destruição em massa – justificativa que se mostraria falsa depois.

Recorrente desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, a comparação entre as duas invasões ilumina pontos importantes da geopolítica internacional nas últimas décadas e ajuda a explicar, em parte, como tanques russos foram parar nas cercanias da capital ucraniana Kiev em março de 2022.

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo