Mundo

Qual a chance de insurgência popular ucraniana contra o exército russo?

Curso Código Milinário

[ad_1]

  • Luiz Antônio Araujo
  • De Porto Alegre para a BBC News Brasil

Crédito, Alejandro Martinez/Anadolu Agency via Getty Images

Legenda da foto,

Cenas como esta mostram que a guerra dos ucranianos contra o invasor russo já tem um caráter insurrecional

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, conclama compatriotas a resistir à invasão russa até o autossacrifício. O ex-presidente Petro Poroshenko empunha, em entrevista de TV, um fuzil AK-47. Uma fábrica de cerveja anuncia que migrou da produção de bebidas para a de coquetéis molotov. Um morador de Lviv mostra uma submetralhadora e diz que é adequada para o combate casa a casa. O autoproclamado porta-voz de um certo Movimento de Resistência Ucrânia Livre diz contar com cerca de mil guerrilheiros camuflados “atrás das linhas inimigas” – em Mariupol, Sumy, Kharkiv e Irpin.

Essas e outras cenas, exibidas ou descritas pela imprensa nos últimos 18 dias, sugerem que a guerra dos ucranianos contra o invasor russo já tem um caráter insurrecional, irregular ou de guerrilha.

Nesse terreno, a Ucrânia tem uma longa história que remonta à Idade Média. Resta saber se a tradição tem chances de reviver no século 21.

Com um território composto de partes de grandes impérios do passado, a Ucrânia cultua hoje tanto heróis e mártires derrotados – quando ucranianos tentaram obter independência e foram massacrados – quanto chefes vitoriosos da resistência a Napoleão e da Segunda Guerra Mundial.

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo