Mundo

em lágrimas, jornalista ucraniana confronta Boris Johnson

Curso Código Milinário

[ad_1]

A jornalista ucraniana Daria Kaleniuk confrontou o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, durante uma coletiva de imprensa na Polônia, nesta terça-feira (1º/3), o acusando de estar com medo da guerra.

Kaleniuk, que escapou da Ucrânia pela fronteira com a Polônia, demandou que o chanceler implementasse uma zona aérea fechada para impedir jatos russos de matarem civis.

Em um dialogo acalorado, a jornalista disse: “Você vem para a Polônia, mas não vai para Kiev, primeiro-ministro. Isso é porque você está com medo. Porque a Otan não está disposta a nos defender”.

Veja o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=rNntePn0UuA

“A Otan tem medo de uma possível Terceira Guerra Mundial, mas ela já começou”, completou Kaleniuk. Também falou que os filhos de Vladimir Putin estão na Holanda, enquanto as crianças ucranianas estão morrendo em pleno campo de guerra.

Um comboio militar de aproximadamente 64 quilômetros está a norte da capital, Kiev, e o governo teme que a cidade enfrentará bombardeios que provocarão casualidades civis devastadoras. Os britânicos e aliados da Otan, porém, se recusam a implementar a zona aérea fechada pelo risco de uma violação do Artigo 5º, que poderia fazer com que todas as 30 nações participantes da aliança militar iniciem uma guerra nuclear.

Com olhos cheios de lágrimas, a repórter disse: “Meus familiares e minha equipe estão chorando, nós não sabemos para onde correr. É isso que está acontecendo, primeiro-ministro”.

Em resposta, Boris Johnson admitiu que, apesar de querer ajudar, não há muito que possa fazer: “Obrigada por vir até aqui hoje, fico feliz que tenha conseguido, mas não há muito o que o governo do Reino Unido possa fazer para ajudar na sua demanda, eu tenho que ser honesto sobre isso”.

0

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo