Educação

Mourão diz que não pagaremos mais R$ 4 pelo litro da gasolina

Curso Código Milinário

[ad_1]

O preço da gasolina tem subido cada vez mais nos últimos tempos, e o consumidor não vê a hora de abastecer com os preços antigos. Mas, acabando com a esperança do povo, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou quando chegou ao Palácio do Planalto que o preço da gasolina não baixará mais até R$ 4, mas que pode chegar a R$ 6 um dia.

“O mercado começa a se reequilibrar. Bateu nos US$ 139, já está em US$ 99, US$ 98. É óbvio essa flutuação, acredito que a Petrobras vai encaixar isso aí e vai haver uma redução”, disse.

“Uma realidade a gente tem que entender: o preço do combustível, fruto até da questão da transição energética que nós temos de viver, não vai voltar aos patamares que a gente gostaria. Não vamos mais, na minha visão, pagar R$ 4 por litro de gasolina. Vai ser difícil isso acontecer”, explicou Mourão.

O vice-presidente ainda acrescentou: “O preço da gasolina pode mudar. Pode baixar aí, voltar para meia-dúzia, né? Mas vamos lembrar aí que uns dois, três anos atrás estávamos pagando R$ 4,50, R$ 4,60”

Ele também justificou os preços altos com o avanço da guerra na Ucrânia, visto que os países envolvidos são grandes exportadores de insumos importantes para a gasolina do Brasil.

“Essa questão do preço do petróleo é muita histeria. Porque houve uma variação, vamos dizer assim, violenta no preço do petróleo, fruto, primeiro, da questão da pandemia, do retorno da atividade econômica, e, posteriormente, desse conflito absurdo lá na Rússia, na Ucrânia”, ressaltou.

Já o presidente Jair Bolsonaro criticou na terça-feira (15) a Petrobras pelo aumento dos preços dos combustíveis, e disse a mesma para acompanhar a queda dos preços internacionais.

[ad_2]

Fonte Notícia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo