‘Oriente está virando novo eixo do mundo’, diz historiador

Publicidade

[ad_1]

  • Shin Suzuki
  • Da BBC News Brasil em São Paulo

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

O historiador britânico Peter Frankopan diz que o poder global está mudando de mãos, ao mesmo tempo em que crescem o autoritarismo e as ameaças à democracia

O britânico Peter Frankopan se tornou uma figura popular dentro de uma onda de historiadores – como o israelense Yuval Noah Harari – que se debruçam sobre uma visão mais ampla da trajetória da humanidade para explicar o caminho que nos trouxe até as atuais circunstâncias.

O historiador é autor dos best-sellers O Coração do Mundo: Uma nova história universal a partir da Rota da Seda – o encontro do Oriente com o Ocidente (editora Crítica) e sua sequência The New Silk Roads: The New Asia and the Remaking of the World Order (em tradução livre, As Novas Rotas da Seda: A Nova Ásia e o Rearranjo da Ordem Mundial, ainda sem edição brasileira).

São livros que não apenas criticam uma visão excessivamente centrada no Ocidente como protagonista da História como defendem que o eixo das grandes decisões mundiais está se deslocando para o Oriente.

Publicidade

O início de 2022, com a Guerra da Ucrânia e o anúncio de uma “parceria sem limites” entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente chinês, Xi Jinping, está em consonância com a análise de Frankopan, que vem ganhando destaque desde meados da década passada.

[ad_2]

Fonte Notícia

Publicidade